Após receber contato telefônico, a PM deslocou ao Hospital Municipal Bom Jesus e constataram o óbito de um homem aparentando ter 35 anos de idade de cor branca. Conforme receituário médico do HMBJ, a morte provavelmente teria ocorrido por golpes de arma branca no tórax. Logo depois a vítima foi socorrida pelo SAMU e já teria chegado sem vida ao Hospital.

Segundo informações, o homem identificado como Antônio, era morador do Setor Village e ninguém do bairro presenciou algo estranho na hora do crime. O suposto autor do crime seria “Cabeça” como é conhecido e acabou não comparecendo à DP e nem encontrado.

Em outro caso de uma tentativa de homicídio contra Juventino José dos Santos Neto resultou em flagrante a prisão do autor Alan Teixeira de Lima que tentou matar a vítima, mas graças a polícia a ocorrência terminou com uma vida salva.


Com informações: Polícia Civil



Através de denúncia anônima ao Copom de Cocalzinho informando da existência de uma arma de fogo que estaria dentro de um veículo e que o mesmo estaria indo em direção ao Distrito de Edilândia as informações foram encaminhadas para a equipe composta pelos militares cabo Eudes, soldados Micheletto e Silvan que imediatamente deslocaram-se em patrulhamento pela BR 070 e conseguiram localizar o veículo alguns minutos depois no Distrito de Edilândia.


Com a localização do veículo, a abordagem pessoal foi feira no condutor e achado uma espingarda calibre 28 com nove cartuchos intactos dentro do carro. O condutor juntamente com a arma de fogo foram levados para o Ciops de Águas Lindas de Goiás para os procedimentos e mais um trabalho resultou em menos arma de fogo nas ruas graças a parceria entre a sociedade que denúncia e a PM.
 

Com informações e fotos: TV Girassol



Foram presos oito homens perto do Centro de Progressão Penitenciária (CPP) no SIA, que acolhe os presos do regime semiaberto, na manhã deste sábado (14). A suspeita é de que se tratam de grupos rivais, um deles mataria um detento que sairia do presídio e o outro teria sido convocado para fazer a escolta do presidiário.

Ao patrulharem a área próxima ao CPP, os policiais encontraram sete homens. Com eles, foram aprendidos uma pistola persa calibre 22 com nove munições intactas, uma espingarda calibre 12 (de uso restrito das Forças Armadas) com seis munições, R$ 10 mil em dinheiro e três carros.




A investigação também aponta que os homens seriam parte de duas gangues rivais, em São Sebastião e o batalhão da PM na cidade foi destacado para a missão.

Todo os oito detidos foram levados à 1ª Delegacia de Polícia, na Asa Sul.


Fonte: Jornal de Brasília
Fotos: Glaucio Montana



Uma denúncia de violência doméstica desencadeou a morte de um policial militar no Itapoã. O agressor também acabou morto e a esposa ficou ferida. A perda de um colega causou comoção na Polícia Militar. O crime aconteceu na Quadra 312 do Condomínio Del Lago.


O que parecia uma situação corriqueira em que a polícia seria chamada para resolver um problema familiar virou tragédia. Na noite de anteontem, o Grupo Tático Operacional (GTOP) do 20º Batalhão da PM foi acionado para uma ocorrência. O agressor recebeu os policiais à bala e acertou o sargento Reinaldo Francisco Vieira, 40 anos. O disparo teria passado pela lateral do colete à prova de balas e atingido o coração de Reinaldo. No meio do fogo cruzado, a mulher, supostamente vítima de violência doméstica, teve o braço perfurado por uma bala.



Após a troca de tiros, o policial e a esposa do agressor foram levados ao Hospital Regional do Paranoá. O sargento não resistiu aos ferimentos e morreu durante o atendimento. Segundo a PM, a mulher estaria sem risco de morte. Ainda não se sabe qual teria sido o autor do disparo que atingiu a mulher.

Medo

Os relatos do que aconteceu na noite de sábado contam com poucos detalhes da tragédia. Vizinhos se mostraram acuados e relataram apenas ter ouvido os disparos.


Trajetória de dedicação


Durante o dia de ontem, as viaturas da Polícia Militar que patrulhavam a cidade do Itapoã traziam faixas pretas em sinal de luto pela morte sargento.


Reinaldo Francisco Vieira tinha 15 anos de serviços prestados à Polícia Militar do Distrito Federal. De acordo com colegas do 20º Batalhão, o sargento acumulava uma longa lista de elogios em seus registros e era instrutor de direção defensiva. O policial era casado e pai de dois filhos.


Em nota assinada pelo governador Rodrigo Rollemberg, foi prestada uma homenagem a Reinado. Rollemberg declarou estar “consternado”, assim como todo o governo.


“O sargento Reinaldo Francisco e equipe atenderam a um caso de violência contra a mulher, mas a rápida ação evitou aquele crime. Infelizmente, o preço foi a vida do sargento”, lamentou.


Corporação em luto com perda de profissional


A Polícia Militar afirmou se solidarizar com a perda e prometeu prestar toda a assistência necessária à família da vítima.


Em um texto disseminado nas redes sociais, a policial Alane Moraes expressou a dor pela perda do colega. Ela citou as dificuldades da rotina de policiamento e exaltou as qualidades do sargento Reinaldo Francisco Vieira. “Ele era um bom homem, um dos melhores, e seu assassino já tinha matado três e estava livre”, disse.


“Não é fácil voltar para casa, sem seu parceiro, sem seu maior exemplo, com seu maior amigo morto pelo inimigo sem a menor defesa. Respeitem a minha dor porque um ontem eu perdi um amigo na guerra das ruas do DF”, dizia outro trecho. As passagens pela polícia as quais o texto se referia não foram confirmadas pelo Centro de Comunicação da PMDF.


Velório


O corpo do sargento passou o dia de ontem no Instituto Médico Legal (IML), para a autópsia. O sargento será velado hoje, às 13h no Templo Ecumênico número 2 do Campo da Esperança, com enterro previsto para 16h. Os policiais se mobilizaram para usarem em branco durante o funeral, para pedir paz.


Saiba mais


Apenas em janeiro deste ano, pelo menos três servidores da Secretaria de Segurança foram mortos.
Diferentemente do caso do sargento, que atendia a uma ocorrência policial, em todos os casos, as vítimas estavam armadas e teriam tentado impedir a ação dos assaltantes.


Em Águas Lindas também tiveram homicídios, mas até o momento não foram repassados para a nossa equipe.


Fonte: Jornal de Brasília
Fotos: Whatsapp
 



Vestidos com camisetas verdes e amarelas, milhares de manifestantes lotaram de forma pacífica neste domingo (15/03/2015) a Esplanada dos ministérios, em Brasília, para protestar contra a presidente Dilma Rousseff e pedir o fim da corrupção no país. Segundo dados da polícia militar mais de 50 mil pessoas estavam reunidas em Brasília para juntos poder fazer um domingo histórico pelo Brasil.

Por volta de 9h, as pessoas começaram a se concentrarem em frente ao Museu da república e seguiram em direção ao Congresso Nacional. A manifestação pacífica a favor da democracia e da punição dos culpados da Operação Lava-Jato ocorreu sem complicações e sem registros de atos violentos, entretanto ao fim da tarde houveram alguns manifestantes detidos.


Segundo informações, dois mil policiais militares fizeram a segurança na área do protesto para evitar a violência e controlar o trânsito sem que atrapalha-se a grande manifestação.

Já em São Paulo, na Av. Paulista, mais de 1 milhão de pessoas por volta das 15h40 ocupavam o local interditando todo o trânsito de acordo com a PM.

Poucas ocorrências foram registradas e os protestos pelo Brasil seguiram pacificamente durante o restante do dia contra a corrupção.






Nesta sexta-feira (13/03), uma grande confusão entre a namorada e ex-namorada acabou deixando um bebê ferido e um tio esfaqueado. Alan Teixeira Lima de 22 anos, morador de Ceilândia, veio até Águas Lindas juntamente com sua atual namorada tranquilamente no Barragem III quando o Alan avistou a sua ex-cunhada e apresentou a namorada para a mesma, de repente a namorada de Alan começou a agredi-la com socos e pontapés a jovem que estava com o bebê no colo e não se sabe o devido motivo.


Uma das vítimas disse que o jovem estava transtornado e sem mais partiu para cima da ex-cunhada ferindo a criança de colo com um corte na cabeça. Após o empurra, empurra e bate boca, Alan ainda muito nervoso avistou o tio da sua ex-namorada e esfaqueou o mesmo na altura do pescoço sendo encaminhado para o Hospital Bom Jesus onde levou vários pontos no corte. Alan e a namorada evadiram-se do local e várias ligações foram feitas para a polícia militar, onde o COPOM enviou as viaturas para capturar o autor. Depois de patrulhamento o Alan foi visto por militares em um posto de combustível e assim foi detido e encaminhado para a DP para as devidas providências juntamente com a companheira.



Na DP Alan contou para a nossa equipe que já tinha passagens quando menor e agora é esperar a justiça averiguar mais este caso que por pouco quase terminou em tragédia colocando uma criança no meio da briga.


Um carro também foi levado para a DP e ficará preso devido o jovem não está com a carteira de motorista no momento da prisão.



Por volta das 18h, a equipe composta pelos soldados Mendes, Pádua e Silva Ribeiro, na mediações do Mansões Águas Lindas levou mais um traficante preso com 28 trouxinhas de maconha e R$ 1.096,00 reais em espécie.



Robecio da Silva de 27 anos era velho conhecido da polícia por vendas de drogas e no momento da abordagem nada foi encontrado, mas já na residência foram encontrado os vestígios de maconha. Robecio foi levado para a delegacia para os procedimentos necessários e entregue a autoridade policial.


Fotos: Whatsapp da TV CMN



Integrantes do Ministério Público de Goiás reuniram-se na sexta-feira (6/3) com representantes da Caixa Econômica Federal (CEF) para mais uma reunião de acompanhamento das obras dos presídios na Região do Entorno do Distrito Federal e no município de Anápolis. Estiveram no encontro o coordenador do Programa do Entorno, promotor Bernardo Boclin Borges; o coordenador do Centro de Apoio Operacional Criminal, Vinícius Marçal Vieira, além do coordenador da CEF, Dalen Machado, e da gerente de Negócios do banco, Sônia Martins Freitas. Os representantes da Agência Goiana de Transportes e Obras (Agetop) e da Superintendência Executiva de Administração Penitenciária (Seap), apesar de convidados, não compareceram.


Na reunião, os servidores da Caixa informaram que o ritmo das obras diminuiu a partir de dezembro de 2014, no entanto, não houve a paralisação. Eles relataram que a obra mais adiantada é a do presídio de Anápolis, que está com 74,63% do projeto aferidos pela CEF – a Caixa Econômica Federal efetua as medições e faz o controle dos repasses em razão da transferência de recursos federais para as obras. Em relação à unidade de Novo Gama, 27,46% foram aferidos, seguido de 16,53% em Formosa e 7,87% em Águas Lindas. Segundo ponderaram, as aferições da CEF não correspondem necessariamente à execução das obras pela Agetop, que estão em estágio mais avançado.

A próxima reunião de acompanhamento ficou agendada para o dia 8 de maio, na sede do MP. Serão convidados os integrantes da CEF, Agetop, Seap e o procurador da República Ailton Benedito.
 

Fonte: Cristina Rosa / Assessoria de Comunicação Social do MP-GO



Em patrulhamento de rotina por volta das 20h, a equipe do GPT composta pelos militares sg. Santos, cb. Rinaldo, cb. Altevir e sd. Boeno abordaram um elemento em atitude suspeita e enquanto os militares conversavam com Rafael Macedo Sousa de 22 anos, o telefone tocou e os policiais mandaram ele atender, feito o atendimento, era um elemento vindo de Anápolis para cobrar umas dívidas que o Rafael tinha com um dos primos do elemento e queria ver ele de qualquer jeito. O rapaz contou para os militares que estava devendo aproximadamente cinco quilos de pedras de crack no valor de R$ 40 mil reais, os policiais do GPT perguntou onde o elemento queria encontrar com ele e marcaram o lugar para dar o bote.





No carro haviam três elementos e com um deles identificado como Lucas Jônio Loireço da Silva de 21 anos, foi encontrado um revólver calibre 38 municiado para ameaçar Rafael de qualquer jeito.


Todos acabaram na delegacia para os procedimentos cabíveis. Consultado o nome do Rafael, constou que o mesmo era foragido da justiça e acabou ficando em cana.




Segundo um dos elementos que veio de Anápolis, ele teria sido contratado por um elemento que é do comando, mas a polícia não sabe que comando é este e investigará nos próximos dias.


Fotos: Genildo Macedo/TV CMN

A margem de terra vermelha na Barragem do Rio Descoberto se destaca na paisagem. Em meados de março, a água já deveria extrapolar os níveis e sangrar (transbordar) à outra extremidade, mas caiu apenas 47% da expectativa de chuvas nos dois primeiros meses do ano e o volume ficou comprometido. Agora, a expectativa é de que março e abril compensem o déficit. E parece estar funcionando: nos primeiros dez dias deste mês, o Distrito Federal já recebeu um terço da precipitação prevista. Para especialistas, o problema começa na falta de educação ambiental.

As fortes chuvas que caíram nos últimos dias podem até significar uma mudança na realidade, mas, até então, o DF recebeu pouco mais que a metade de água neste ano se comparado ao mesmo período do ano passado. Segundo o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), até a primeira quinzena do ano passado foram 482 milímetros, e agora o volume chega a 310 mm.


Para Rafael Machado Mello, superintendente de recursos hídricos da Agência Reguladora de Águas, Energia e Saneamento do Distrito Federal (Adasa), a situação da barragem “é um reflexo de um regime de chuvas diferentes”. Isso porque, segundo ele, há anos em que os períodos de chuva se concentram mais no início e, outros, no fim.


“Pode ser que ainda venha a sangrar, mas, de fato, nos outros anos, nesse período já havia água suficiente para abrir as compotas”, reconhece. Contudo, ele minimiza possíveis crises ou desabastecimentos: “Ainda estamos no período de chuva”.


A sub-bacia do Rio Descoberto enfrenta situação atípica desde meados do ano passado. Em agosto, Mello disse ao JBr. que estava em equilíbrio: toda a produção era demandada ao abastecimento da cidade. De lá para cá, o quadro não mudou.


Teoria e prática juntas


Professora de Educação Ambiental da Universidade de Brasília (UnB), Rosângela Azevedo Corrêa, 53, alia teoria e prática dos fundamentos de economia e preservação do meio ambiente. Ela também faz parte do Grupo de Trabalho do projeto Descoberto Coberto, que objetiva promover a recuperação, a proteção e a consolidação da faixa de proteção do Lago Descoberto, a reabilitação ambiental das propriedades rurais na orla, a formação de agentes multiplicadores e o apoio à gestão dos recursos hídricos e florestais na bacia hidrográfica do Lago Descoberto.


Para ela, não só a redução de chuvas justifica a atual situação da barragem.


O primeiro ponto a ser abordado seria a educação: “Temos diretrizes que obrigam todas as unidades educacionais a implantar a educação ambiental, mas o núcleo da nossa secretaria insiste em fazer determinados projetos quando há problemas mais graves”. Ela é radical ao entender que “parece que tem que chegar no fundo do poço para as pessoas perceberem”.


Economia


Em casa, a docente faz captação de 20 mil litros de água da chuva, que utiliza durante a seca para molhar o jardim de árvores frutíferas, um volume que dura até seis meses. Além disso, não usa chuveiro elétrico, já que uma placa solar atende o banheiro. “A ideia daquilo que faço na área de educação ambiental e economia humana não é só um discurso, é uma pratica”, conclui.


Chefe do núcleo de Educação Ambiental da Secretaria de Educação, Flávia Maria Barbosa também entende que “a educação ambiental é fundamental para a mudança de comportamento em relação ao uso de recursos naturais e visa mudar a relação das pessoas com o ambiente”. Nas unidades do DF, diz, o tema é transversal, o que significa que todas as disciplinas o abordam durante as aulas.


Fonte: Jornal de Brasília

Nesta quarta-feira (11/03), por volta de 9h20 no Colégio Estadual Mansões Odisséia, a mangueira do botijão soltou vazando gás provocando pânico em funcionários e estudantes.

Segundo informações que recebemos através do Whatsapp da TV CMN pelos próprios alunos, bem na hora do acidente duas alunas passavam e acabaram passando mal diante da situação.




Duas viaturas dos Bombeiros foram acionadas para o local e tomaram todas as providências necessárias fazendo o atendimento as pessoas que ali estavam e verificarão o gás de cozinha do colégio.

Segundo informações, as funcionárias passam bem e as duas alunas foram levadas de ambulância para o hospital da cidade para os procedimentos necessários. Alguns pais compareceram ao local, mas todos foram tranquilizados pelos bombeiros e caso aconteça isso na sua residência acione os bombeiros imediatamente no 193.



Fotos: Whatsapp da TV CMN


Nesta terça-feira (10/03), uma carreta de carne roubada que teve o último sinal no Capim Norte onde o motorista parou para dormir pra fazer em seguida a rota Araguaína – Santos, acabou saindo da rota depois da empresa de monitoramento constatar a mudança onde foi acionado a polícia militar juntamente com o Graer (Grupo de Radiopatrulha Aérea) para fazer uma varredura onde conseguiram localizar o cavalo da carreta como é chamada pelos caminhoneiros em uma rua no Setor Jardim das Oliveiras, em Águas Lindas de Goiás.



A varredura foi feita no local, mas o autor do roubo não foi encontrado e o motorista da mesma também está desaparecido.

Muitos curiosos ficaram espantando com os policiais e até um helicóptero grande para capturar o autor ou autores.



Fotos: Gusttavo Macedo/TV CMN

Compartilhar

Image and video hosting by TinyPic

Publicidade

Matérias mais lidas